o essencialismo

 "... a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem barômetros ...a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós".

  (Manoel de Barros)

para o poeta Manoel de Barros é a partir desse "encantamento" que devemos fazer a escolha onde aplicar nosso tempo e energia. esse sentimento identifica o que é essencial para nós.

o primeiro filósofo a formular o essencialismo foi Aristóteles. suas ideias foram desconsideradas com o surgimento da Ciência moderna por estarem relacionadas à metafísica medieval e consideradas "pecaminosas".

 

alguns filósofos contemporâneos sustentam que essencialismo é uma filosofia onde a essência, ou a forma fundamental dos entes e dos fenômenos,  precede a existência destes. o movimento também é descrito como uma "doutrina filosófica".